RSS

Aquivos por Autor: RC

5 e 6 de junho “Machiquo, Villa Quinhentista” os grupos

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 3 de Junho de 2021 em Notícias

 

5 e 6 de junho “Machiquo, Villa Quinhentista” – As exposições

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 2 de Junho de 2021 em Notícias

 

5 e 6 de junho “Machiquo, Villa Quinhentista”

Gentis Damas e Nobres Cavaleiros,

2021 continua a não permitir as mercancias, os manjares e os grandes folguedos que tão bem caracterizam o Mercado Quinhentista e que tanto têm atraído participantes e visitantes a Machico. Ainda assim, o projeto Mercado Quinhentista da Escola Básica e Secundária de Machico em colaboração com a Câmara Municipal quer manter viva a sua natureza pedagógica e, nesse sentido, está a projetar algumas atividades sob o tema  “Machiquo, villa quinhentista”.

De forma a lembrar esta data tão especial para todos nós, iremos realizar nos dias 5 e 6 de junho, entre as 15h00 e as 20h00 na baixa de Machico três exposições: 1 – No Solar do Ribeirinho estará patente a exposição “Navegadores Quinhentistas” que consiste na pintura de retratos em tamanho real de 11 dos mais importantes navegadores portugueses do século XV e que foi realizada pelos alunos de Artes da Escola Básica e Secundária de Machico; 2 . No Forte de Nossa Senhora do Amparo teremos a exposição “Instrumentos de Tortura”, que nos mostra um conjunto de instrumentos e métodos de tortura que foram utlizados em Portugal e no resto dos países da Europa durante séculos. Ao longo da exposição podem ser encontradas várias réplicas utilizadas na punição de suspeitos, acusados e condenados elucidativas dos horrores cometidos; 3. Na entrada do auditório do Fórum Machico os visitantes terão oportunidade de conhecer melhor quem foram Gonçalves Zarco, Tristão Vaz e Bartolomeu Perestrelo através da exposição “Herdeiros dos Capitães do Donatário”. Com recurso a documentos, réplicas de objetos da época, trajes e pinturas queremos dar a conhecer quem foram os homens que lideraram o processo de povoamento destas ilhas atlânticas.

Todas as exposições terão a presença do multifacetado e animado grupo de teatro madeirense Bolo do Caco que guiarão e acompanharão os visitantes nestas viagens pela História.

Teremos também neste fim de semana no Solar do Ribeirinho dois espetáculos diários de música e teatro, às 16h00 e às 19h00, protagonizados pelos grupos continentais Albaluna e Boca de Cão. Os Albaluna são uma banda de Torres Vedras já com vários álbuns, fundada em 2010 e constituída por seis músicos. O grupo dedica-se à pesquisa musical, histórica e cultural e à criação de composições maioritariamente originais e enormemente inspiradas pelo espectro cultural que une os povos em torno do Mar Mediterrâneo e as três culturas que definem a herança cultural ibérica. Utilizando tanto instrumentos ancestrais de várias partes do mundo como também outros contemporâneos, os Albaluna apresentam um espetáculo enérgico e repleto de aromas musicais diversos, abraçando géneros tão distintos como world music, rock e metal progressivo, folk e fusão.

De Espinho vem o grupo de teatro de rua e formas animadas, Boca de Cão. Pretende dar vida à imaginação e surge do amor às artes plásticas e ao teatro de rua, iniciando o seu percurso com o espetáculo de marionetas humanas “Agostinho e Felicidade” em 2013. Da vontade de continuar a apresentar criações específicas para a rua e de desenvolver um universo próprio de fusão da estética tradicional com a contemporaneidade, Hugo Ribeiro e Muni Joana Domingos fundam a companhia em 2015. Nesta segunda visita a Machico trazem-nos a peça de teatro Toque de Caixa, um espetáculo para todas as idades com cerca de 25 minutos de duração.

Destacar, por fim, que as atividades são de entrada livre e número limitado de pessoas de acordo com as regras emanadas pelo Governo Regional e as autoridades de saúde e que os espetáculos serão também transmitidos online na página do Mercado Quinhentista.

Está assim lançado o convite para nos dias 6 e 7 de junho reunir a família e vir até Machico, a Terra Primeira. 

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 22 de Maio de 2021 em Sem categoria

 

Cancelamento do Mercado Quinhentista 2021

A nossa confiança no Progresso e nos avanços da Ciência nada faria prever o aparecimento, no século XXI, de um vírus que se transformaria numa pandemia. Apesar das medidas adotadas pelos países e da colocação, em tempo recorde, de uma vacina no mercado, continuamos a ser diariamente desafiados pelos números, pela sombra das vagas e pelo aparecimento de novas estirpes de um vírus que, há um ano, nos obrigou a reformular os nossos modos de estar e de operar.
Face a esta conjuntura em que a prioridade tem sido a salvaguarda da saúde pública, inúmeros têm sido os eventos e atividades reagendados ou mesmo cancelados, entre os quais o nosso tão aguardado Mercado Quinhentista. Em 2020, acreditámos que, juntos, ser-nos-ia possível transpor este cabo das Tormentas e levar a nossa nau a bom porto e, por isso, prometemos voltar em 2021. Contudo, as restrições e as contingências impostas pelas diretrizes do Governo Regional no combate à pandemia ditam que esta viagem pelas vivências coletivas da vila de Machico tenha de ser, uma vez mais, adiada.
2021 continua a não permitir as mercancias, os manjares e os grandes folguedos que tão bem caracterizam o Mercado Quinhentista e que tanto têm atraído participantes e visitantes a Machico. Ainda assim, o projeto Mercado Quinhentista quer manter viva a sua natureza pedagógica e, nesse sentido, está a projetar algumas atividades sob o tema o “Machiquo, villa quinhentista”.
A inexequibilidade, em junho próximo, do nosso Mercado Quinhentista não nos retira a confiança de que, em 2022, teremos todas as condições para que o frenesim de mais três dias de vivências “fora” do nosso tempo volte à baixa de Machico. Expressamos o nosso profundo agradecimento pelo apoio que temos recebido ao longo dos anos.

Saudações quinhentistas

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 22 de Abril de 2021 em Informações

 

Edição 2017 na Comunicação Social

Direto – RTP

Ao longo de três horas de emissão a RTP acompanhou a recriação histórica das vivências colectivas da Capitania de Machico. Foi mais uma edição do Mercado Quinhentista.  | 3 Junho, 2017

Direto – NaMinhaTerraTV

A Minha Terra TV, transmitiu via Internet todo a edição no sábado | 3 Junho, 2017

Hora 10 – Antena 1

Ricardo Caldeira e Ricardo Crespo professores da Escola de Machico e membros
da Comissão Organizadora do Mercado Quinhentista revelam o programa deste
evento de recriação histórica. | 18 Mai, 2017


 

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 9 de Novembro de 2017 em Sem categoria

 

Dias 2, 3 e 4 de junho

Cartaz_MQ_2017_net

PROGRAMA

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 28 de Maio de 2017 em Sem categoria

 

Mercado Quinhentista com o café da sua vida…

Cafe_delta

Foi na antiga vila de Machico, segundo Jerónimo Dias Leite, que se ensaiou o fabrico de açúcar: “(…) o primeiro açúcar que se vendeu nesta ilha da Madeira foi na vila de Machico donde se começou a fazer e recolheram treze arrobas dele que se vendeu cada arroba a cinco cruzados (…)”.

Apoio: DELTA cafés

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 27 de Maio de 2017 em Informações, Notícias

 

Exposição no Fórum Machico – Museu da Marinha

Marinha

Museu de Marinha | Exposição – 22 maio,  18 horas no Fórum Machico

Ver mais

 

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 21 de Maio de 2017 em Exposições, Notícias

 
Imagem

Exposição no La Vie até 21 de Maio

cartaz_lavie_net_2

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 16 de Maio de 2017 em Cartaz, Exposições, Informações, Notícias

 

Apresentação do Mercado Quinhentista

IMG_6909

O Mercado Quinhentista foi apresentado à comunidade educativa e à comunicação social no dia 8 de maio na Escola Básica e Secundária de Machico.

Este ano decorrerá nos dias 2, 3 e 4 de junho sob o tema “ A Construção Naval”. Esta temática é reforçada no cartaz do evento com uma fotografia dos últimos carpinteiros navais que trabalharam em Machico, antes da revitalização da zona litoral, e os seus netos, alunos da escola.

A Construção Naval também vai ser debatida no dia 20 de maio, num colóquio no Fórum Machico, que contará com a presença do professor Catedrático Francisco Domingues da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, especialista na arquitetura naval portuguesa no século XVI, e outros convidados.

No Fórum Machico estará também uma exposição do Museu da Marinha sobre este conteúdo, com réplicas e objetos da época, de 22 de maio a 4 de junho.

Uma das novidades do evento é recriar um torneio a cavalo, como acontecia no tempo de Tristão das Damas, o 2.º donatário.

Os cerca de 1200 participantes devidamente trajados à época quinhentista, vão criar um ambiente de festa, com animação permanente, onde se pode mercar, manjar, beber e fogar

Fica o convite: participe nesta viagem à época quinhentista!

 
Deixe o seu comentário

Publicado por em 8 de Maio de 2017 em Comunicação Social, Notícias