RSS

Enquadramento histórico

negrume

“No espesso negrume” é o tema da XVª edição do Mercado Quinhentista de Machico que, à semelhança das anteriores edições, acontecerá em junho, nos dias 5, 6 e 7, naquela que foi a primeira capitania do Reino, Machico.

“Espesso negrume” foi a expressão utilizada por alguns cronistas da época para, referindo-se à primeira viagem dos navegadores portugueses, descreverem o denso nevoeiro, muito negro, que avistavam e que tantos espantos, conjeturas e medos suscitava. Seria o “abismo que estava no mar”, a “boca do inferno” e aquele negrume “o fumo que dela saía”, como nos relata Francisco Alcoforado? Ainda assim, maior do que o medo foi o espírito audaz desses navegadores, determinados em “cometer o negrume, que cada vez parecia maior e mais espantoso”, no dizer de Jerónimo Dias Leite.

No seguimento do tema de 2019, a XVª edição do Mercado Quinhentista desenrolar-se-á em torno do que teria sido a ilha que os portugueses, primeiros povoadores, encontraram quando desembarcaram na baía de Machico, em 1419, e que proveitos a sua densa e virgem floresta Laurissilva, recortada por vigorosas ribeiras de “mui boas águas”, oferecia. A abundância de madeira, de água, o solo fértil e a sua localização cedo mostraram as potencialidades económicas e geoestratégicas da ilha. Era tempo de arrotear as terras, desbravar o vale e lançar as bases do processo de povoamento e aproveitamento deste “novo” espaço atlântico.

Não podemos, contudo, descurar as pressões que a ilha virgem, detentora de um ecossistema de características únicas, foi sofrendo ao longo destes seus 600 anos. Por isso, neste Ano Internacional da Fitossanidade é também objetivo da XVª edição do Mercado Quinhentista consciencializar para a sustentabilidade do ambiente, para a conservação e a proteção dos recursos naturais, num contexto sociocultural que privilegie a promoção de um turismo sustentável.

É esta história de descoberta, de levantar do chão e de preservação que servirá de base à viagem pela história que se pretende recriar no XVº Mercado Quinhentista.

 

Os comentários estão fechados.

 
%d bloggers like this: